Monteiro Lobato

Primeiro destino escolhido, a cidade de Monteiro Lobato mora em nossas lembranças como sendo um lugar lúdico, de doces gostosos e uma ingênua memoria de passagem ao destino final.

Encontramos alguns moradores locais, Dona Virgulina gentilmente nos recebeu e nos fez lembras as histórias que nossas avós nos contava, uma infância que não contata de forma sorridente e uma vida dura como de toda mulher que nascerá a algumas décadas atrás. Mas a querida vó de Dama, nos deixa com acalanto no peito, nos mostrando seus feitos manuais e delicadeza de seu Hobby favorito.

Bairro do Souza

Ficamos hospedadas na casa da Dama, que fica no encantado bairro rural do Souza. O bairro é preservado na ação cotidiana e na memória dos moradores que ali residem. Moram desde pessoas que vivenciaram a construção da cidade de Monteiro Lobato à pessoas que vieram da cidade grande, que se re-encantaram novamente com a vida rural e a preciosidade genuína.

Seu Manuel, e o moçambique

Em nossa pequena andança pelo centro de Monteiro, tivemos a sorte de encontrar o Seu Manuel. Um senhor muito do simpático, que nos recebeu de braços abertos em um centro comunitário com foco na cultura popular, que está em construção na região central da cidade.

Logo que chegamos, nos deparamos com um grupo diverso de pessoas ensaiando o tradicional Moçambique (Moçambique é um folguedo que aparece durante quase todo ano nos municípios do Vale do Paraíba, nos que circundam a cabeceira do Tietê e Noroeste de São Paulo) é um tesouro popular cultural comum em nossas memórias. 

Seu Manuel é mestre moçambiqueiro. O amor pelo moçambique veio de seu pai, que também foi mestre por muitos anos na cidade de Monteiro. Desde pequeno Emanuel vivenciou e acompanhou o grupo a se apresentar pelas zonas rurais da cidade. 

Anos mais tarde, foi o primeiro mestre a levar o grupo para outras cidades do Vale do Paraíba e pela região do Alto Tietê. Seu Emanuel nos contou cada detalhe, com os olhos cheios de emoção, foram diversos obstáculos até ele virar mestre.

Hoje, ele se mantém firme e a frente do grupo Moçambique Esperança, que enxerga na sua figura, muito respeito e grandiosidade. O grupo se apresenta em várias cidades da região, na casa de cultura Zé Mira, Revelando São Paulo, e outros lugares, como Sesc.